Prevenção do câncer bucal

Prevenção do Câncer Bucal
O câncer de boca ocupa uma posição de destaque entre os tumores malígnos do organismo devido a sua relativa incidência e mortalidade.

 

Câncer bucal cresce no Brasil

Dia 8 de abril, é o Dia Mundial de Combate ao Câncer.

No Brasil, um tipo de câncer tem chamado a atenção da sociedade: o câncer bucal.

A doença registra 14 mil novos casos por ano no país, matando mais de 4 mil brasileiros anualmente.

O diagnóstico precoce pode ajudar a salvar vidas.

O dentista é o profissional que tem mais chances de detectar primeiro a patologia.

O fumo e o álcool estão entre as principais causas do câncer bucal.

Segundo dados do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, 83% dos homens com câncer de cabeça e pescoço, aí incluído o câncer bucal, são ou foram fumantes.

Dos pacientes tratados, 60% são vítimas de tumores localizados na boca e 40% na faringe ou laringe.

É preciso estar atento aos primeiros sinais.

Por exemplo, uma afta que persiste por mais de duas semanas, manchas brancas ou vermelhas, que apareçam espontaneamente, ou mesmo nódulos que começam como caroços pequenos, mas que adquirem volume discreto a ponto de ser perceptível.

Daí a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

Quando detectados na fase inicial, principalmente as neoplasias, têm de 80 a 90% de chances de cura.

Os fatores co-carcinógenos (fatores que predispõem o paciente a desenvolver um tumor maligno) na boca são principalmente o etilismo (álcool) e o tabagismo (cigarro, cachimbo, etc.) como já falado acima, mas, as condições precárias de higiene (dentes quebrados, raízes residuais, tártaro, etc.) e as próteses inadequadas ou em más condições também podem ser causadoras de tumores malignos.

Os raios solares também podem provocar cânceres de lábio. Quanto mais cedo for diagnosticado, maiores são as chances de cura, sendo as seqüelas menores e, portanto, maior a qualidade de vida.

 

Câncer bucal no Brasil

* Ele é pouco conhecido, costuma ser diagnosticado tardiamente e, no Brasil, já começa a ganhar contornos de verdadeira epidemia. Segundo o Inca, mais de 14 mil novos casos de câncer bucal são registrados por ano, a maioria entre homens.

* São mais de 4 mil mortes por ano

* SP é o estado campeão nesse tipo de incidência: mais de 3 mil novos casos anualmente

* O Brasil tem a 3ª maior incidência de câncer bucal do mundo, atrás apenas da Índia e da antiga Tchecoslováquia

* Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 43% das mortes por câncer são causadas pelo consumo de tabaco ou álcool, por maus hábitos alimentares e de estilo de vida e infecções

(Fonte: Instituto Nacional do Câncer- Inca)

 

Formas de prevenir o câncer de boca:

– evitar bebidas alcoólicas, principalmente se você for fumante;

– não fumar;

– visitar o dentista regularmente;

– ter uma alimentação saudável;

– ter uma boa higiene bucal;

– manter dentes e próteses sempre em bom estado;

– evitar exposição ao sol ou usar protetor labial;

– fazer sexo oral apenas com proteção (camisinha)

– fazer o auto exame. Veja como abaixo:

 

Exame Periódico

auto exame cancer bucal bruno odonto

 

Deve-se fazer um auto exame periódico. Ao realizar o exame procure por:
• Mudanças na cor da pele e mucosa (dentro e fora da boca, nos lábios e no rosto);
• Endurecimentos;
• Caroços;
• Inchações;
• Áreas dormentes;
• Sinais de nascença que aumentam de tamanho (em adultos);
• Regiões brancas ou avermelhadas sobre a mucosa e que não desaparecem;
• Dentes quebrados ou amolecidos.

 

 

Auto exame

auto exame bucal

Basta um espelho e um local bem iluminado.

1.Verifique a pele do rosto e pescoço. Veja se há algum sinal que não tenha notado antes;
2.Apalpe os lábios (superior e inferior);
3.Afaste a bochecha com o dedo indicador (dentro da boca) e examine sua face interna;
4.Percorra toda gengiva, apalpando-a com a ponta dos dedos;
5.Coloque o dedo indicador embaixo da língua e apalpe todo assoalho da boca;
6.Incline a cabeça para trás, abra a boca o máximo possível e examine o céu da boca e o fundo da garganta. Apalpe o céu da boca;
7.Ponha a língua para fora, e de um lado para o outro e examine-a de todos os lados. Segure a língua fora da boca e apálpe-a em toda sua extensão;
8.Examine o pescoço. Apalpe o lado direito com a mão esquerda e vice-versa;
9.Apalpe por baixo do queixo.

Encontrando alguma alteração procure seu dentista ou seu médico, para que ele possa fazer um diagnóstico correto, esclarecendo dúvidas e, havendo necessidade, propondo algum tratamento.

Visita ao seu Dentista
Regularmente a cada 6 meses, afim de diagnosticar precocemente eventuais problemas, prevenindo o seu agravamento, bem como os custos que isto poderá determinar.

Para marcar sua consulta click aqui  https://www.odontosaudespa.com.br/marque-sua-consulta/

 

                PPR + Dentadura 2ATENÇÃO: Pacientes que usam próteses movéis    

(dentaduras e pontes) precisam ir  ao dentista regularmente,                  

já que o uso de próteses inadequadas ou em más condições são fatores

que predispõem o paciente a desenvolver um tumor maligno.