O Doce Veneno : Açúcar e o Câncer (parte III)

 

Resultado de imagem para Otto Heinrich Warburg

Você sabia que a causa do Câncer já foi descoberta?

Sim, e faz bastante tempo, em 1931 pelo   o  Dr. Otto Heinrich Warburg (1883-1970)  que recebeu o PRÊMIO NOBEL DE MEDICINA  por sua tese “A causa primária e a prevenção do câncer”.

O Dr. Otto, o câncer afirma que  é a consequência de uma alimentação e um estilo de vida ANTIFISIOLÓGICOS (antivida).

Uma dieta baseada em alimentos acidificantes + sedentarismo = gera no organismo humano um ambiente ÁCIDO.

Este ambiente por sua vez, EXPULSA o OXIGÊNIO das células!

Elas sufocam…

Otto afirmou: “A falta de oxigênio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro.” 

Ou seja, se você tem excesso de acidez, então automaticamente falta oxigênio em suas células, em seu organismo!

Outra afirmação interessante: “As substâncias acidificantes repelem o oxigênio; em oposto, as substâncias alcalinizantes atraem e fixam o oxigênio.” Ou seja, um ambiente ácido será rico em prótons e pobre de oxigênio.

E ele afirmava que: “Privar uma célula de 35% de seu oxigênio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena.”

E também: “Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos (pobres em oxigênio), enquanto que os tecidos saudáveis são levemente alcalinos (ricos em oxigênio).”

Em sua obra “O metabolismo dos tumores”, Otto Warburg demonstrou que todas as formas de câncer se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigênio).

Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram oxigênio, afinal são células da morte) e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de oxigênio; em troca, sobrevivem graças a GLICOSE sempre que o ambiente está livre de oxigênio…

Portanto, o câncer não seria nada mais que um mecanismo de defesa que tem certas células do organismo para continuar com vida em um ambiente ácido e carente de oxigênio.

O que acontece no organismo é que uma vez finalizado o processo da digestão, os alimentos de acordo com a sua qualidade qualidade nutricional (fisiológica), gerarão uma condição metabólica de acidez ou alcalinidade.

Ou seja, a saúde celular depende massivamente da alimentação!

Aliás, você come ou se alimenta?

O resultado acidificante ou alcalinizante se mede através de uma escala chamada pH, cujos valores vão de 0 a 14, sendo pH 7, o ponto neutro.

Para as células funcionarem de forma adequada a um metabolismo sádio, o pH dos líquidos corporais deverá ser ligeiramente alcalino: entre 7,36 a 7,42.

 

Observe que entre os alimentos mais alcalinizantes (faixa azul ao roxo)encontram-se justamente os limões e todas as frutas cítricas.

Vou resumir pra vocês os estudos  do Dr. Otto :

  •  Células sadias vivem em um ambiente levemente alcalino e oxigenado, o qual permite seu funcionamento vital e sadio.
  • Somente uma alimentação sadia fornece o tanto de antioxidantes para lidar com a potência da vida (respirAR, inspirAR, expirAR), que depende desta boa oxigenação.
  • E esta alimentação sadia passa pelas frutas cítricas, pelos alimentos que abastecem o Ciclo  de respiração celular (de Krebs ou Ácido Cítrico) .
  • Células cancerosas vivem em um ambiente extremamente ácido e carente de oxigênio.

Mas, este ambiente ácido facilita a degeneração e transmutação das células saudáveis.

Mas e o açúcar ?

Em 2017, após nove anos de pesquisas, cientistas da Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, finalmente descobriram porque isso acontece.

“Nossa pesquisa revela como o consumo hiperativo de açúcar por células cancerígenas leva a um ciclo vicioso de estímulo do crescimento e desenvolvimento do câncer”, afirmou um dos colaboradores, Johan Thevelein, em comunicado.

“Ou seja: nós conseguimos explicar a correlação entre a força do fenômeno descoberto por Warburg e a agressividade do tumor.”

A grande sacada dos novos cientistas foi perceber que a fermentação do açúcar no interior da célula desencadeia um processo que estimula a hiperatividade das proteínas RAS, acelerando o crescimento do tumor.

É um ciclo vicioso, em que a fermentação alucinada de glicose não só enche o câncer de energia como desencadeia mutações que fazem com que ele aumente muito rápido.

Neste ponto, é bom deixar claro que o açúcar não causa câncer.

Mas causa a acidez.

O que causa são mutações genéticas.

O que ele faz, como todas as outras células, é abastecer o crescimento do tumor depois que ele já existe.

 Resumindo :

O açúcar além de cooperar para acidificar o corpo,

também serve como um ” FERMENTO PARA O CÂNCER EM SI.”

Por que interfere na agressividade ( crescimento e metastase)

 

Vamos conhecer outros os vilões da alimentação responsáveis pela Acidificação do corpo ?

Alimentos acidificantes = ANTIFISIOLÓGICOS = organismo humano não foi projetado para digeri-los:

  1. – Açúcar refinado.
  2. – Carnes e todas as proteínas de origem animal como os leites e todos os seus derivados: queijos, requeijão, iogurtes, etc.
  3. – Sal refinado.
  4. – Farinhas refinadas e todos os seus derivados: massas, bolos, biscoitos, etc.
  5. – Produtos de padaria: contém margarina, sal, açúcar e conservantes.
  6. – Margarinas.
  7. – Refrigerantes, sucos industrializados (líquidos e em pó).
  8. – Cafeína – café, chás pretos, chocolate.
  9. – Álcool.
  10. – Tabaco.
  11. – Remédios sintéticos, antibióticos…
  12. – Qualquer alimento cozido – o cozimento elimina o oxigênio e o transforma em alimento indigesto e acidificante – inclusive as verduras cozidas.
  13. – Tudo que contenha sintéticos como adoçantes, conservantes, corantes, aromatizantes, estabilizantes, etc. Enfim: todos os alimentos enlatados e industrializados.

Constantemente o sangue se encontra autorregulando-se para não entrar em acidez metabólica, para garantir o bom funcionamento celular e dos sistemas.

O organismo DEVERIA obter dos alimentos as bases enzimáticas e minerais para neutralizar a acidez dos meios.

Porém todos os alimentos citados acima, sobretudo os refinados, causam atrasos e/ou impedimentos digestivos.

Há que se levar em conta que no estilo de vida moderno, os antifisiológicos são consumidos em quantidade elevada e pelo menos 3 vezes/dia, 365 dias/ano.

O Dr. George W. Crile (Cleveland/EUA), um dos cirurgiões mais importantes do mundo declara abertamente: “Todas as mortes mal chamadas de “naturais”, são na verdade o ponto terminal de uma saturação de ácidos no organismo.”

Concluindo, será impossível a manifestação e proliferação de um câncer em uma pessoa que libera seu organismo da acidez, nutrindo-se com alimentos que produzam reações metabólicas alcalinizantes.

Por isto na próxima matéria falaremos dos alimentos alcalinizantes , ou seja, ALIMENTOS PROTETORES .